JORNAL ARRAIAL NEWS

ANO 12 – ARRAIAL D AJUDA – BAHIA – BRASIL

ARRAIAL NEWS 551

with one comment

01

 

02

 

03

 

04

05

06

07

08

 

 

Written by aureacatharina51

10 de janeiro de 2013 às 23:03

Uma resposta

Subscribe to comments with RSS.

  1. Muito bom ver como a imprensa em Arraial funciona com total imparcialidade, como deve ser. (Caso você, Catharina, não saiba, estou sendo irônico. Talvez não saiba o que é isso, pois deve ter faltado a muitas aulas do curso de jornalismo pra escrever as besteiras que escreve)

    Mas vamos deixar que as autoridades COMPETENTES (não que você não seja, rs) julguem o que aconteceu.

    Mas para o seu bem e de outros que podem ter voado ou estar querendo voar com o Nico, saibam que os voos de graça vêm com um custo: Nico não é habilitado como instrutor, o que é necessário para realizar esse tipo de atividade, seu equipamento não foi devidamente revisado e inspecionado pelo garantindo a segurança dele e dos passageiros e não tenho certeza se alguma vez ele fez as clinicas que todos os pilotos de parapente devem fazer a cada dois anos, independentemente de voarem sozinhos ou com passageiros.

    Normas que regulam a prática desse esporte podem ser consultadas em http://www.abp.esp.br/userfiles/files/nr_abp_revisao_abril_2012.pdf
    mas já deixo aqui um trexo:
    2.1.1) Ao utilizar equipamento de vôo duplo, o praticante deverá portar atestado que demonstre que a vela foi devidamente
    inspecionada por um órgão reconhecido pela ABP.
    2.2) Renovação de Habilitação Desportiva de Piloto de Parapente
    Os praticantes deverão renovar sua habilitação desportiva junto a ABP sob pena de serem impedidos de decolar nas rampas administradas pelos Clubes de Prática Desportiva filiados a ABP.

    3.7) VÔO DUPLO
    3.7.1) Ser habilitado como praticante Nível 3 há pelo menos 2 anos.
    3.7.2) Ter sido aprovado em um curso de vôo duplo com instrutor categoria A ou B homologado pela ABP.
    3.7.3) Ser aprovado em check prático realizado em um curso SIV (simulação de incidentes de vôo) credenciado pela ABP, no
    prazo não superior a 180 dias do pedido de alteração de nível.
    3.7.4) Ter participado ativamente de uma clínica de pilotos e instrutores da ABP há pelo menos 18 meses.
    3.7.5) Ser aprovado em check prático.
    Parágrafo primeiro: No curso SIV específico para homologação de vôo duplo, o piloto deverá executar e ter aproveitamento técnico pelo menos nas seguintes manobras: Negativa, Full Stall, Assimétrica Acelerada, Fly Back, Espiral Positiva com saída suave, Espiral Positiva com saída em pêndulo, B-Stol, Lançamento de Reserva, Wingovers e suas conseqüentes reações;

    Parágrafo segundo: Para manutenção sua homologação de vôo duplo, o piloto deverá, obrigatoriamente, realizar uma reciclagem numa Clínica de Instrutores ABP a cada 30 meses a contar da última edição em que participou e estar em dia com suas obrigações de associado.

    Parágrafo terceiro: Os Clubes poderão exigir que o praticante cumpra outras exigências técnicas de acordo com as características técnicas das rampas por ele administradas.

    Parágrafo quarto: Nos Vôos Duplos somente poderão ser utilizados equipamentos especificados pelo fabricante como adequados para tal prática, dentro de sua carga alar e com reserva em tamanho adequado, sendo que este deverá estar conectado ao mosquetão que une os tirantes aos separadores.

    Agora, quando você recomendar voos duplos com esse “sonhador” não poderá alegar ignorância, será negligência mesmo.

    Igor Teodoro

    11 de janeiro de 2013 at 16:34


Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: